leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sábado, 20 de outubro de 2012

NO BICO DA CHANCA


TOQUE DE PRIMEIRA

01 – Nacional tem jogo difícil.
02 – Mulherada em ação.
03 – Passini feliz com os trabalhos.
04 – Velharada foca a bola.
05 – Diretoria ficou feliz.
06 – Mirim a felicidade de jogar
07 – Não precisou recorrer.
08 _ Jogadores se recuperam.
09 – Estão sentindo a carga.
10 – USC vai se definindo.
11 – Naça vai com inteligência.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Motos novas, usadas, peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom. Zema dispensa comentários.

C A N E L A D A S

Jogador do Flamengo já anda até com dores na nuca de tanto levantar a cabeça pra sair pra outra...

---Afinal de contas o que é isto de “código de ética” entre os clubes grandes?
--- Não sei bem, mas parece que é um acordo entre os clubes sobre este negócio de “cochichos” com a arbitragem.
--- Então o pessoal do Florminense ta “cochichando” muito mais...


Era um dentista que gostava tanto de matemática, que todas as vezes que extraia um dente, tirava uma radiografia para saber se a raiz era quadrada...

--- Carrapicho, como que você acha que o Nacional deve jogar amanhã em Guaxupé?
--- Sem inventar: de calção, meias, camisas e chuteiras...

Amanhã tem mais um show de bola feminino: os marmanjos que vão ao estádio, só não prestam atenção na bola...

ESTEIO MATERIAIS PARA CONSTRUÇÕES – É a melhor opção na sua construção. Melhores preços e facilidade para comprar. Rua José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO é a solução. Fale com Nadir ou Oscar e construa com qualidade.

BOLA DE MEIA
 
Sabendo da dificuldade que vai encontrar amanhã, em Guaxupé, o técnico Erick Moura preparou a equipe com algumas situações de jogo. A utilização com três zagueiros é natural numa partida como essa, mas a agressividade é preciso.

A segunda rodada do certame feminino promete comparecimento em massa dos torcedores chavequeiros de plantão. O Vila Nova enfrenta a boa equipe do Nacional, e Delta espera a visita do ótimo time do Atlético. Que beleza! É bom demais!

Conversei com o técnico Maurílio Passini, que me contou da felicidade de estar trabalhando no USC e do processo que foi implantado. O resultado sobre os jovens vai demorar mais um pouco, mas a equipe tem base para o próximo ano.

Os velhinhos do Futebol Sênior estão eufóricos para a segunda fase da competição. Das oito equipes classificadas, Vila Nova, Bonsucesso, Fabrício e Pinheiros estão em melhores condições de chegar a semifinal. Haja fôlego e disposição.

A diretoria do Nacional ficou feliz com a decisão da equipe do Montes Claros de não participar da sequência do campeonato. Se no campo o alvinegro tem enfrentado adversários difíceis, no “tapetão”, a politicagem quase derrubou o Elefante. Ufa!

Amanhã é dia da molecada do Mirim fazer a bola rolar pelos estádios da cidade. É bom frisar que essa molecada provoca bons jogos e faz a galera vibrar. Quando um time mais forte enfrenta o mais fraco, a goleada acaba sendo inevitável. Caçapa!

O lado de toda história do Tribunal é que o Nacional não precisou recorrer. Já estava tudo certo para a papelada seguir para o Rio de janeiro (CBF). Foi bom para o Dr. Marcelo Palis dar aquela descansada. A briga no tapetão foi complicada.

Aos poucos os jogadores do que estavam entregues ao departamento Médico vão se recuperando. Rafael Estevam não sente mais a contusão; Wallace já voltou a treinar com bola; Éder deve voltar na próxima semana. Andrezão continua no estaleiro.

Não entendo nada, mas pelo que falei com gente do ramo, ficou provado que folga alongada prejudica o condicionamento do atleta. Notei isso no USC. O condicionamento é uma sequencia de trabalho, não uma carga pesada. Ai machuca!

Com a volta de alguns titulares, Passini vai definindo a equipe para o difícil compromisso da próxima quinta-feira, em Nova Serrana. Glaycon deve jogar, Wallace entra no lugar de Max. Falta definir o setor de inteligência. É jogar.

Erick Moura prepara o Nacional para jogar com inteligência. A definição tática, posicionamento com movimentação no ataque pode ser um trunfo. Primeiro é conhecer a proposta do adversário, depois vem à barganha. TRAVA.