leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

#ANDOUVINDO: THIAGO PETHIT E SUA ESTRELA DECADENTE




Conheci a voz de Thiago Pethit ouvindo Tiê, cantora que eu ADORO! Desde então venho acompanhando de longe a sua movimentação, uma vez que as vozes femininas me seduzem por um tempo maior do meu dia musical.  O album Estrela Decadente me fez pensar o quanto as divas "decadentes" fazem parte do nosso cotidiano. 


 Faça seu dowload aqui: http://www.thiagopethit.com/

Gostei muito do release postado por Eduardo Araujo e tomei a liberdade de compartilhar aqui no blog . Para os que ainda nao leram fica a oportunidade.
Após o sucesso do clipe Pax de Deux, Thiago Pethit lança -full-  seu álbum Estrela Decadente em versão streaming através das Oi Rdio e em diversas lojas do Brasil na versão física.

O álbum começa com a faixa hit do mesmo, Pax de Deux tem a cara dos anos 20, o clipe conta com a participação da famigerada modelo Laura Neiva, e a amiga de Thiago de longa data, a atriz Alice Braga. A canção abre para o mundo melancólico de Thiago,  sentido anteriormente em outros trabalhos.


Thiago circula com facilidade pelas suas referências através das décadas, após o primeiro passo, Moon, segunda faixa do disco é a primeira de muitas faixas bilingues e traz uma pitada de animação para o álbum. Em Dandy Darling o som também animador é digno da década de 50 e vem para grudar na sua cabeça com o refrão “Amigo, escute o que eu digo, só venha comigo se quer se perder por aí“.

Outra surpresa agradável é a participação de Mallu Magalhães na faixa Perto do Fim na qual Thiago canta um rock sessentista e clama “We´ve been in hotel rooms before. I know much more than you can think of. We know that I’m no good for you, But as you said you ain’t good too.”

Já em So long, New Love a preferência pelo rock dos anos 60 aparece sem timidez, a balada do cd já não é novidade, por já ter sido divulgada em uma campanha publicitária em 2011 e tem seu belíssimo coro formado por Camila Lordy, Marcio Arantes, Vitor Patalano e  Pedro Penna. Esse mesmo coro retorna harmoniosamente na faixa Haunted Love mais uma balada do disco.

A música que nomeia o álbum, Estrela Decadente é animada e chega até a ser dançante, mas ainda sem tirar os pés da melancolia que liga uma faixa a outra e  forma o disco. Devil in Me é a track mais sombria do disco graças a guitarra de Thiago Penna, e soa como uma pessoa solitária em uma noite mais escuras que as demais.

Surabaya Johnny (Bertolt Brecht e Kurt Weill) é tema da peça-cabaret Happy End, lançada em 1929 e tem todo o clima da época com a voz de Thiago em encontro com a voz de Cida Moreira.

Estrela Decadente conta com 9 faixas muito bem trabalhadas, sem cansaços ou excessos o disco mostra a facilidade com que Thiago Pethit trata o ar bucólico que paira sobre ele, além de trabalhar as suas diversas referências, ele também interliga música a música, mostrando um álbum muito bem amarrado e poético.

Resenha: Eduardo Araujo - http://www.rocknbeats.com.br