leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

domingo, 11 de novembro de 2012

ESPETÁCULO SOUL DA TERRA ESTREIA DIA 16 DE NOVEMBRO EM UBERLÂNDIA




A proposta do espetáculo [Soul da Terra] partiu do desejo de dois grupos artísticos que buscam, através de suas ações culturais, investigar as possibilidades de ressignificação das culturas de origem negra e suas permeabilidades contemporâneas. De um lado, o TerraCotta Dança Afro contemporânea que, a 4 anos, traz à cena da dança brasileira, corpos em transmutação que se reinventam em busca de um diálogo profundo com suas matrizes de ancestralidade. Do outro, a Banda Nega Soul, que nasce da capacidade inventiva de seus músicos e da habilidade de materializar, com sua sonoridade, uma espécie de “historiografia” da música negra trazendo elementos e referências múltiplas que inauguram um novo olhar sobre a ‘soul music’.

Desse encontro de desejos artísticos, para além de relações profissionais, surgem os laços de carinho e afeto que assinam, de forma muito particular, a construção desse trabalho. Permeado de desafios de várias naturezas, inclusive conceituais, o Espetáculo veio construindo-se entre a tênue linha de gêneros artísticos. Não se estabelecendo como um espetáculo de dança ou um show de música. Facilmente, pela justaposição das linguagens, poderia se pensar que [Soul da Terra] seria um Musical. Mas também não o é. Procurou-se, de fato, um diálogo afinado, tendo a cena como suporte para os anseios e particularidades das linguagens envolvidas. Nesse caso, a Dança e a Música.

A busca por uma dramaturgia que abarcasse essa seara de desejos, encontra no universo do BLUES o fio de luz que nos levou a investigar a cultura negra para além dos “estereótipos” e “folclorismos”. O vermelho que surge, a principio, como signo revisitado dos relatos de angustia, dor e sofrimento do negro americano nos anos 30 e 40, também é o mesmo vermelho que nos traz a leveza da uma infância des-medida, a sensualidade, a volúpia e, por que não, questionamentos existenciais? O vermelho também como princípio e fim de uma vida. Uma memória de aquilo que já não faz parte de nós ou presa em um devir, em uma percepção do movimento e do som pelos quais a coisas se transformam.

 Release


A proposta do projeto [Soul da Terra] é a de se configurar como um espetáculo misto no qual música e dança integram-se e dividem o mesmo cenário e o mesmo ambiente poético. Composto por 13 cenas, o roteiro do trabalho pretende levar o público a diferentes emoções através de momentos de extrema emoção, tristeza e melancolia até cenas bem humoradas e permeadas de sátira e irreverência.

Serão apresentadas, pelo TerraCotta Dança AfroContemporânea, 9 coreografias que passeiam por diferentes técnicas da dança como a capoeira, street dance, jazz e dança contemporânea, buscando estabelecer o percurso construído pela brasilidade dos corpos e suas cartografias urbanas. No repertório musical, a Banda Nega Soul selecionou 11 canções que marcaram o imaginário da musica negra mundial, podendo destacar pérolas como “Tray a Little Tenderness” do fenomenal cantor Soul americano Otis Redding, “Strange Fruit” imortalizada pela voz de Nina Simone e “Come On and See About Me” do mestre do Blues, John Lee Hooker.

No espetáculo que será estreado nacionalmente no dia 16 no novembro, em Uberlândia, estão envolvidos 30 artistas profissionais entre músicos, bailarinos, técnicos de som e imagem, além de assistentes e produtores. Destaque também para a construção da cenografia e figurinos que remetem aos porões dos bares americanos dos anos 30 em um diálogo com elementos digitais que instauram a influência da tecnologia na produção artística contemporânea.

TerraCotta Dança AfroContemporânea

Em atividade desde 2008, o grupo traz como filosofia artística um olhar sobre as culturas de tradição e suas possibilidades de resignificação no contexto da produção contemporânea. Sintetizado por diversas referências culturais e conceituais, o grupo define-se pela hibridação de linguagens e técnicas de dança que se fundamentam a partir da capoeira e danças urbanas e se aportam na dança contemporânea em suas várias possibilidades de pesquisa, construção e estética. A investigação sobre a corporeidade de matriz afro-brasileira é um dos pilares do grupo que também se projeta rumo a pesquisas que envolvem temáticas ligadas às relações inter-relacionais. Em sua trajetória, o TerraCotta coleciona vários prêmios e condecorações, tendo se apresentado nas principais capitais brasileiras e em eventos como Mostra Latino Americana de Dança – FUNARTE, realizada em Foz do Iguaçu/PR, como grupo convidado; 37º Festival Internacional de Inverno de Itabira|MG; 4ª edição da Mostra Brasil – Juventude Transformando com Arte |Rio de Janeiro, e Festival Latino Americano e Africano de Arte e Cultura FLAAC/2012/ UnB em Brasília. Em 2012 o TerraCotta apresentou-se no Programa Criança Esperança, da Rede Globo de Televisão, em uma parte do espetáculo denominada Rapsódia Africana no show ao lado do cantor Carlinhos Brown.

Banda Nega Soul

Banda de Black Music formada em julho de 2011 em Uberlândia-MG. A proposta artística da banda é valorizar e divulgar as vertentes da música negra americana revisitada em um contexto brasileiro, explorando também outras formas de manifestações artísticas e influências musicais. Tendo se apresentado em importantes casas de show de Uberlândia e Região, e em projetos artísticos como o Circuito DOUBLE de Música; no palco a banda apresenta os grandes clássicos da Black Music nacional e internacional, desde os mais antigos até os atuais. Incluindo músicas próprias e algumas versões originais. Em sua composição atual a banda é formada pelos músicos: Rodrigo Oliveira – Guitarra e Baixo; Fabrício Detoni – Teclado e Piano; Juliano Moraes – Guitarra, Viola e Violão e os vocalistas – Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade.

Roteiro do Espetáculo

1. Dos Vermelhos e dos Sentidos
Elenco: Erickson Damasceno e Túlio Ribeiro
Música: “Try a Little Tenderness”
Composição: Jimmy Campbell / Reg Connelly / Harry M. Woods. (1962)
Versão: Glee (2011)
Intérprete: Cléo Andrade

2. Memórias Retiradas
Elenco: Adriano Dias, Amanda Gomes, Clarita Claupero, Cláudio Victor, Erika Gonzaga, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Marina de Souza, Túlio Ribeiro.
Música: “Endangered Species”
Composição: Eddie Del Barrio / Jeanne Pisano / Dianne Reeves. (1994)
Intérpretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

3. Ressonâncias
Música: R.E.S.P.E.C.T
Composição: Otis Redding (1965)
Versão : Aretha Franklin (1967)
Arranjos: Banda Nega Soul
Intérpretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

4. Remember a Children
Elenco: Adriano Dias, Cláudio Victor, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Túlio Ribeiro.
Música: “ABC”
Composição: Berry Gordy Jr. / Alphonso Mizell / Freddie Perren / Deke Richards ( 1970)
Versão: Jackson Five (1970)
Intépretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

5. Introspect
Elenco: Adriano Ribeiro
Música: “Mercedes Benz”
Composição : Janis Joplin / Mike McClure / Bob Neuwirth (1970)
Versão: Janis Joplin (1971)
Intérprete: Adriano Ribeiro – Participação de Erickson Damasceno na percussão (Atabaques) e Giuliano Antônio (Sapateado)

6. Trio do Enforcamento
Elenco: Cláudio Victor, Gustavo Henrique, Túlio Ribeiro.
Música: “Strange Fruit”
Autor: Lewis Allan (1939)
Versão: Nina Simone (1965)
Intérprete: Claudia Luz

7. Brasilidades
Elenco: Clarita Claupero, Cláudio Victor, Erika Gonzaga, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Túlio Ribeiro.
Música: Mash Up Brasil
Composição: Carlinhos Brown (2012)
Adaptação de arranjo: Banda Nega Soul
Intépretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

8. Nêga
Música: “Na Veia da Nêga”
Composição: Jair Oliveira, Luciana Mello, Gabriel Contino “o pensador” (2007)
Intérpretes: Cléo Andrade

9. Vermelho-Despedaço
Elenco: Clarita Claupero e Érika Gonzaga
Música : “I Can See Clearly Now
Composição: Johnny Nash (1972)
Versão: Holly Cole Trio (2004)
Intérprete: Claudia Luz

10. Pausa Invertida Sobre um Silêncio Coreográfico
Elenco: Clarita Claupero, Cláudio Victor, Erika Gonzaga, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Túlio Ribeiro.
Música1: Instrumental: Juliano Moraes, Rodrigo Oliveira, Fabricio Detoni, Júlio Carbulante
Música2: “Something’s Got A Hold On Me”
Composição: Etta James / Leroy Kirkland / Pearl Woods, (1962)
Adaptação de arranjo: Banda Nega Soul
Intérpretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

11.Rasgo
Elenco: Clarita Claupero, Cláudio Victor, Erika Gonzaga, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Túlio Ribeiro.
Música: “See about me”
Composição: John Lee Hooker (1964)
Versão: Jr. Walker & the All Stars (1967)
Interpretes: Adriano Ribeiro, Claudia Luz e Cléo Andrade

Ficha Técnica

Composição Coreográfica: Dickson Duarte e Vanilton Lakka
Bailarinos: Adriano Dias, Amanda Gomes, Clarita Claupero, Cláudio Victor,
Erika Gonzaga, Erickson Damasceno, Gustavo Henrique, Leandro Santos,
Marina de Souza, Marco Túlio Ribeiro.
Criação de Luz: Dickson Duarte e Luciano Gonçalves Ferreira
Operação de som/luz/imagem: Dickson Duarte
Trilha Sonora: Banda Nega Soul
Músicos: Adriano Ribeiro, Claudia Luz, Cléo Soul, Fabricio Degani, Juliano Moraes e Rodrigo Oliveira
Produção Executiva: Érika Gonzaga
Criação material comunicação: Eduardo Bernardet
Produção de Imagens e Registro áudio visual: Marcelo Banzii – Digiteca Filmes
Chefia de palco e contra-regragem: Diogo Sanquetta.
Registro Fotográfico: Fabrício Freitas/Flaviane Malaquias
Figurinos: Beth Mendonça, Ariane Fernandes, Requinte Noivos
Cabelos Bailarinos: Crisleine Assunção
Assistente de Direção: Clarita Claupero
Direção Geral: Dickson Duarte

Mais informações


Contatos

Dickson Du-Arte – diretor geral
duarte.danca@gmail.com – (34) 9234-9194 |  8815-1728

Erika Gonzaga – produção executiva
erikagonzagas@gmail.com – 34 91711207

Ingressos à venda na portaria do Teatro Rondon Pacheco
Av. Santos Dumont, 517 – Centro
Telefone: (34) 3235-9182

Apoio: