leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

ASSUNTOS DE QUINTA: O MENINO, A MAE E EU




Filhos... Se não tê-los como sabê-los e depois onde metê-los? Assim é a humanidade: queremos filhos e quando eles nascem a nossa inteligência e senso critico vão para o esgoto junto com a placenta. Ficamos abobados, gungunamos  fazemos micagens... Loucuras que em sã consciência jamais faríamos! 
Hoje na academia fiquei observando essa cena de mãe e filho. A mãe emburrecida e o filho se sentindo um principezinho ditador. Ali estava eu esperando a minha aula e aquela deprimente situação se desenrolando no meu entorno. O menino pulava, gritava, gesticulava e gungunava: apesar de grandinho não pronunciava as palavras de forma inteligível. A mãe e sua única frase: não faça isso meu bebe! 
Torço o pescoço para o lado e tento desviar o olhar e os ouvidos. Impossível! O pestinha continua ali no seu instintivo objetivo de despertar a ira. De repente ele cai! A mãe sai desesperada e o choro ecoa pelo vácuo da área da piscina. 
Olho para o horizonte e não consigo conter o sorriso no canto dos lábios e o explodir de palavras no meu pensamento: BEM FEITO!! As letras brilhavam percorrendo os neurônios e bombardeando o cérebro entorpecido pelo choro manhoso e continuo. 
Me senti compreendida pelo chão que esfolou os joelhos daquela criança chata, que certamente será um adulto chato. A aula começa, minha concentração limpa todos os pensamentos obsessivos sobre o menino inteligente e sua entorpecida pelos sentimentos maternais.

Assuntos de quinta foi gentilmente cedido por Airam Luz