leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

#CONTOS - SURTO por Zé Alfredo Ciabotti



Foi segurança por quase duas décadas. Levava uma bala alojada na coxa direita. Passou a mancar. Por conta disto, perdeu prestígio na profissão pela diminuição de seus reflexos e encontrou emprego apenas como segurança de buffet infantil. Era motivo de chacota pelos antigos companheiros de trabalho. Até o filho não o encarava mais de frente. Em corriqueira noite de trabalho, surtou. Deu um soco na aparelhagem de som, um chute no elefante de papelão e atirou em várias bexigas da festa. Antes que alguém pudesse detê-lo, atirou-se sobre a mesa de brigadeiros e chorou sem receios. As crianças estranharam, entretanto, logo voltaram a brincar com o palhaço que animava a festa.