leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

REFLITA


"Por mais que tenhamos o caráter regado de princípios norteadores do comportamento, descobrimos que é impossível não incorrer em erros, é tolice buscar a perfeição uma vez que a imperfeição é inata na raça humana (de modo temporário), sendo assim toda promoção sincera da reforma íntima exige um alicerce rigído construído na humildade, esta que por sua vez nos faz reconhecer a fragilidade existencial decorrente do nosso patamar da evolução.
Progredir não implica em buscar a excelência da ascensão moral, mas sim ter a consciência dos erros cometidos, aprender e dar início a mudança necessária para o aprimoramento pessoal. Engraçado como nos desgastamos com cobranças excessivas que nos fazem cair em complexos de culpa que mais servem como instrumento de desequilibrio e perturbação.
O fato é que em determinado tempo a estagnação momentânea é inevitável e extremamente necessária, nesse momento estaremos concatenando a vontade de evoluir com o aprendizado adquirido através da experiência e a articulação das idéias assimiladas por meio de estudos e leituras salutares. Mudanças ordenam impreterivelmente tempo, sendo lenta e gradual, sem extremismo para não deixar-se apanhar pela falsidade ou simulacro da bonomia. É simples: acenda um lampião muito além dos seus pés e irá perceber que não será capaz de enxergar os buracos que estão a dois passos de você."
Vinicius P.