leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

NO BICO DA CHANCA

TOQUE DE PRIMEIRA 


01 – USC: sensível melhora. 

02 – Dois grandes empatam. 
03 – Festival de marimbondos. 
04 – Amistoso: festival de gols. 
05 – Mamoré bate Nacional. 
06 – Precisa melhorar. 
07 – Laterais mais ofensivos. 
08 – Meio mais criativo. 
09 – Sub 20 troca técnico. 
10 – Amistoso com o BOA. 
11 – Domingo tem Tricordiano. 

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Motos novas, usadas, peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom. Zema dispensa comentários. 

C A N E L A D A S 

--- Os jogadores do USC sentiram a forte marcação. 
--- Sertãozinho pegou firme? 
--- Não. Foram os marimbondos... 

Para os jogadores e comissão técnica do USC, aquele jogo em Sertãozinho foi o fim da PICADA: os marimbondos fizeram a festa... 

Um bêbado estava batendo em um poste, quando uma senhora que passava perguntou: 

--- Por que esta batendo ai? Não tem ninguém. 
--- Tem sim. A luz esta acesa. 

Era um jogador tão ligado a bichos prêmios que toda vez que ganhava um cara ou coroa exigia da diretoria: 
--- Quero bicho pela vitória no cara ou coroa... 

--- E quando entrou FUMAÇA foi bom? 
--- Claro, atrapalhou a visão do adversário e espantou os marimbondos... 

ESTEIO MATERIAIS PARA CONSTRUÇÕES – É a melhor opção na sua construção. Melhores preços e facilidade para comprar. Rua José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO é a solução. Fale com Nadir ou Oscar e construa com qualidade. 

BOLA DE MEIA 

O time organizado pelo Gyan Rodrigues obteve uma sensível melhora. No segundo amistoso os jogadores ganharam uma crescente, principalmente no plano tático e chegada. A primeira parte até que foi bem, mas precisa melhorar os setores. 

Dos grandes do Paulistão, apenas Corinthians e Palmeiras empataram. Santos e São Paulo venceram seus jogos. No começo é um pouco complicado, mas nota-se que tem time do interior que pretende ir além de suas possibilidades. Penapolense é um. 

Sábado, na Usina São Francisco, em Sertãozino me lembrou daquela letra que fazia parte dos cantos do Congo elaborada pelo falecido capitão Dondinho. “Marimbondo cavalo me mordeu, na capela do olho e não doeu”. Festival de ferroada. 

Amistoso cheio de gols foi entre BOA e Uberlândia vivido na Fazendinha. O empate por 4 a 4 encheu os olhos daqueles que assistiram à partida. O Verdão de Zé Humberto vem de uma crescente, e o Boa se prepara para o inicio do mineiro. 

No seu segundo amistoso, o Mamoré consegue sua segunda vitória. Desta feita quem sentiu a força do Sapo foi o Nacional. No próximo domingo o time de Elton Castro enfrenta o Cruzeiro. Prenuncio de casa cheia e muita festa em Patos de Minas. 

Mesmo jogando melhor do que no primeiro amistoso, o USC precisa melhorar no controle de bola. O que me preocupa é saída de bola, principalmente quando a mesma chega à intermediária do adversário. É trabalhar a bola com segurança. 

Não sei se a condição física dos laterais ainda não chegou ao ponto, mas é notório a não participação deles na parte ofensiva. Marcam mais, mas não vão ao fundo para os cruzamentos. Acho que a presença deles ao ataque daria melhor força. 

Na verdade, o meio campo fez algumas jogadas de ataque chegando à área do adversário para conclusão, foi o caso de Domiguinho, que apareceu bem, mas foi pouco. É preciso ser criativo e fazer o ataque trabalhar. Tem que melhorar. 

O departamento de futebol da CBF acordou bem cedo e já anuncia novo treinador para a Seleção Sub 20. Já que Émerson Ávila não deu conta do recado, o nome do experiente Jorginho foi ventilidado. A molecada deu o maior vexame da paróquia. 

Uberaba SC podia acertar um amistoso com o time do BOA, no Uberabão. Acredito que seria um teste de fogo, na qual definiria o equilíbrio dos jogadores do Colorado diante de um adversário forte. Não custa nada tentar. Não pode parar. 

Domingo, em Três Corações o amistoso não será nada fácil, pois em casa, o Tricordiano se aproveita dos fatores campo e torcida para vencer seus adversários. Acredito em um bom teste para os pupilos de Rodrigues. TRAVA.