leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O FUTURO COMEÇA AGORA: Esquadrias em PVC mostram-se um mercado promissor garantindo MDL




Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul online
Por Telma Silvério



Para obedecer as novas legislações, as esquadrias em PVC mostram-se um mercado promissor garantindo MDL (Mecanismos de Desenvolvimento Limpo)

Para dar uma ideia da utilização do PVC em grandes centros urbanos, a arquiteta Paula Pannunzio cita a Alemanha, que - para a Copa de 2002 -, utilizou PVC nas esquadrias e coberturas de 5 dos 7 estádios que sediaram os jogos. Nos Estados Unidos, os home centers abrangem grande quantidade e variedade nas esquadrias em PVC, acrescenta. Já o mercado nacional ainda não possui conhecimento específico e técnico, então seu comércio é mais difícil e restrito, observa. Mas de acordo com as novas legislações, que visam e buscam soluções sustentáveis, este é um mercado de futuro, pois garante e certifica mecanismos de desenvolvimento limpo (MDL), destaca Paula Pannunzio.

A profissional explica que os segmentos da construção civil e arquitetura são responsáveis pelo consumo de mais de 60% do mercado brasileiro do PVC. No mundo, o percentual se mantém similar.

Esquadrias em PVC

Surgidas a partir da reconstrução na Alemanha Ocidental do pós-guerra, as esquadrias em PVC vêm crescendo e conquistando mercados desde então, ressalta a arquiteta. "A ponto de, hoje em dia, ser o produto mais vendido no mundo, representando sozinho mais de 50% dos mercados europeu, norte-americano e do sudeste asiático. O restante do mercado é dividido entre madeira, ferro e alumínio." A principal diferença entre as esquadrias em PVC e os concorrentes se dá pelo fato dos produtos em PVC serem muito mais robustos e duráveis, não podendo ser comparados aos similares em alumínio, madeira e ferro, compara.

A durabilidade e estabilidade dos perfis em PVC associadas à resistência mecânica do aço conferem ao produto um desempenho muito superior, garantindo vedação, resistência a impactos, resistência a produtos químicos, não propagação de chamas, além de alto isolamento acústico e térmico. Ela explica que o PVC com proteção ultra-violeta e almas de aço é um produto tecnicamente mais adequado à produção de esquadrias. Por ser um material em sintonia com as necessidades das construções modernas, é entregue pronto e acabado, com vidros, ferragens e acessórios, evitando assim outros custos secundários.

Quanto à instalação, quando executada por equipes especializadas, é rápida e limpa, sendo desnecessária a utilização de contramarcos (ombreiras e padieiras). A limpeza do produto é feita apenas com água e sabão. Já a padronagem das cores, segundo a arquiteta, pode ser variada de acordo com a opção do cliente. Também são encontradas texturas que imitam os mais variados tons das madeiras, acrescenta.

Conheça:  www.institutodopvc.org