leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

10ABAFOS


Num monte de incertezas: Uma mesa e um caderno.
Tendo a mesa como mundo, em suas páginas, se tornou castelo.
Era uma reunião de acidentes.
Duas voltas e vários erros.
Um dia triste, outro infeliz.
Era a metade vazia da garrafa.
A dor que adormecia incessante.
Amor que se percebeu morto.
Galho torto que se atrofiou.
Ele era a montanha esquecida, a realidade perdida.
O fim do dia, o fim da festa.
Alguém que se esqueceu de sorrir.
Ele era pouco em palavras, resumidamente nada.
Ele sou eu.
Eu sou você.

Lucas Vieira