leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sábado, 2 de março de 2013

ANDOVENDO: Abril Despedaçado

http://www.cinemabrasileiro.net/cartazes/Abril%20despeda%C3%A7ado-cartaz.jpg 

Abril Despedaçado é uma produção brasileira, do ano de 2001, baseado em livro de um autor de nome Ismail Kadaré e adaptado para o cinema por Walter Salles. O cenário se dá no sertão brasileiro, nos anos de 1910, onde duas familias rivais lutam por terras, honra e direitos. 
Inicialmente temos a impressão de ser um filme super antigo, com fotografia amarelada e aparentemente precária, ressaltando a pobreza do período e do local.
 

Como protagonistas temos a familia Breves, que teve o filho mais velho assassinado pela familia rival, os Ferreira, e agora o filho do meio dos Breves deve vingar a morte do irmão, e consequentemente ser jurado de morte pelos Ferreira. Sendo assim, temos como temática principal, um círculo vicioso de vingança, bem no estilo "olho por olho". Além da vingança, outros tópicos são explorados, como quando em uma parte do filme, o filho mais novo dos Breves, Pacu (Ravi Ramos Lacerda), conversando com seu irmão do meio, Tonho (Rodrigo Santoro) já jurado de morte, faz uma comparação com a vida que levam e os bois que rodam para moer a cana - meio de subsistência da familia -, dos quais estão sempre rodando, rodando e nunca saem do lugar. 

A vida dos dois irmãos tem uma reviravolta quando Pacu conhece uma moça e seu padrinho, ambos circenses, procurando informação para chegar em um arraial, Pacu, que até então não tinha nome, além de ser chamado de Minino, ganha um livro de presente da moça, Clara, e é nesse ponto onde outra temática é explorada: o poder da leitura para as crianças. De familia extramamente pobre e humilde, os pais de Pacu não aprovam o livro do menino, onde chegam a dizer que "essa coisa" faz mal "pras vistas". Pacu, que nem sequer sabe ler, incomoda a todos com sua criatividade de criar possiveis estórias para o livro, através de interpretações de imagens/ilustrações de peixes e uma sereia no livro.
Apesar de jovem, Pacu tem uma certa tendencia em questionar as regras impostas pelo pai, como quando aconselha seu irmão a fugir para não morrer, ao mesmo tempo em que tem o dom de alegrar a casa com sua ingenuidade e infantilidade.

Com um desfecho trágico e inesperado, Abril Despedaçado é um filme para refletirmos sobre outras realidades vividas por milhares de pessoas, que apesar de vivermos em pleno seculo XXI ainda vivem sobre as sombras da pobreza e da ignorancia, e também, nos leva a pensamentos saudáveis de questionar sempre o que nos é imposto simplesmente por ser tradição, mesmo sendo ultrapassadas e contrárias a vida, além de ressaltar a importancia da leitura, da liberdade e do perdão...




Ficha técnica
Diretor: Walter Salles
Elenco: Rodrigo Santoro, Rita Assemany, Luiz Carlos Vasconcelos, Ravi Ramos Lacerda, Flavia Marco Antonio, Everaldo Pontes, Othon Bastos, Wagner Moura
Produção: Arthur Cohn
Roteiro: Sérgio Machado, Karim Aïnouz, Daniela Thomas
Fotografia: Walter Carvalho
Trilha Sonora: Antônio Pinto
Duração: 105 min.
Ano: 2001
País: Brasil / Suíça / França
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Não definida
Classificação: 12 anos