leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sábado, 9 de março de 2013

ANDOVENDO: Super Size Me, A Dieta do Palhaço

http://3.bp.blogspot.com/_E8A1LD-hroc/SquPDbQ8I5I/AAAAAAAAICs/nu6gLVDZS34/s320/Super-Size-Me-DVD.jpg

Imagine adotar por 30 dias uma "dieta" de, exclusivamente, Fast-food. Café da manhã, almoço e jantar comendo sanduíches Mc Donalds, batata-frita, muito ketchup, refrigente, shakes e o que mais existir no menu do Mc.
Super Size Me, A Dieta do Palhaço é filme no estilo documentário que aborda um tema polêmico: o impacto da alimentação desrregulada, viciante e totalmente fora dos padrões de saúde recomendáveis na sociedade atual. 

Protagonizado por Morgan Spurlock, que também é produtor e realizador  do filme, ele foi inspirado por duas jovens americanas que processaram a rede Mc Donalds por sua obesidade, por falta de provas concretas, o processo dificilmente teria algum resultado. Foi então que Morgan resolveu comprovar por ele mesmo, se os fast-food são um problema real e eminente, além de serem responsáveis pelo alto índice de obesidade das pessoas, ou se tudo não passava de especulação...

Antes de embarcar nessa jornada, ele consultou uma série de médicos, fez exames de sangue, mediu gorduras corporais e vários outros exames regulares afim de comparar os resultados após os 30 dias do desafio. Vale ressaltar que Morgan, tinha um padrão de vida saudável, peso em relação a altura dentro do padrão recomendado, alimentação regulada, os exames de sangue não apresentavam nenhum indice elevado que comprometesse sua saúde, além de um excelente desempenho fisico.
Quando questionou os médicos sobre o impacto que sua nova dieta causaria, obteve como resposta que certamente o colesterol/triglicerides subiria, que talvez ele sentisse algumas diferenças comportamentais, mas nenhum deles demonstrou um grande receio com relação a ideia.

Antes de completar 15 dias do desafio Morgan já apresentava resultados bem diferenciados de quando começou. Com mais peso, um certo desanimo com tendência depressiva, desempenho sexual reduzido, humor abalado, e várias alterações internas no seu organismo, mas sempre tendo acompanhamento médico, os próprios estavam surpresos com os resultados e já recomendando que Morgan abortasse seu plano. Poucos dias antes do dia final, seu fígado apresentava níveis criticos de falência, seu peso aumentou consideravelmente, o humor estava visivelmente abalado e ele apresentava ainda, sintomas de vicio por comida, como um usuário de drogas pesadas.

O filme ainda entra em discussões sobre o impacto que a publicidade tem em nossas mentes, de como ela age visando atingir crianças, como empresas de fast-food investem para que estejamos frenquentemente gastando nosso dinheiro com elas, de como deturpam e menosprezam informações referentes a qualidade da comida, do impacto que esses alimentos têm na vida das pessoas, além de denunciar "jogadas armadas" da industria alimenticia, que é uma das que mais crescem atualmente, e adivinha quem sustena e garante o crescimento delas?

Uma excelente produção, que na época do lançamento causou muito impacto nas empresas, que alegaram não ter nada haver uma coisa com a outra, mas que teve o poder de gerar mudanças, ainda que pequenas, alterações no menuc das empresas em questão, influenciou processos, hábitos, constatou dados e quem sabe, inspire mais pessoas a denunciar e principalmente boicotar todas as indústrias que visam primeiro o lucro, antes de medir os impactos na vida das pessoas e do planeta.


Ficha técnica
Direção: Morgan Spurlock
Nome Original: Super Size Me
Duração: 98 minutos
Ano: 2004
País: EUA
Gênero: Documentário