leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sábado, 23 de março de 2013

ANDOVENDO: Tiros em Columbine

http://br.web.img3.acsta.net/r_640_600/b_1_d6d6d6/medias/nmedia/18/86/96/69/19878305.jpg 

 Mais de 10 anos se passaram desde a estréia de Tiros em Columbine, várias leis mudaram, mas o descaso de autoridades, a manipulação da mídia e a grana envolvida no comércio de armas ainda gera lucros e mais lucros para os fabricantes. Vencedor do Oscar de melhor filme na epóca, Michael Moore mostra o lado das vítimas e famílias das vítimas, decorrente do fácil acesso à armamentos, que trouxe sequelas e danos muitas vezes irreparáveis.

Culpando vídeo-games, filmes e até artistas de rock, como o polêmico Marilyn Manson, acusado de incitar jovens com sua música "odiadora", seguem a mídia e o Governo procurando culpados em todos os lugares, exceto, neles mesmos, quando facilitam a compra de armas, munições e incentivam, apoiam e liberam períodos de caça. Irônicamente uma das entrevistas mais lúcidas, sinceras e diretas ao ponto foi justamente a do Marilyn Manson!

Uma das principais analises que fica é a existência de uma espécie de rede, que vai desde o fabrincante de armas, ao armazém que vende munições ao político que as apoia e até mesmo o próprio cidadão, que como consumidor direto, sustenta e garante a perpetuação desse tipo de comércio. 
Paralelamente, Michael Moore visita outros países, como o Canadá, com baixíssimos indices de mortes por armas, levando por água abaixo o pressusto de que as adquirir armas são uma forma de garantir nossa própria segurança. 

 O principal alvo do documentário é a capacidade manipulatória que a televisão exerce, como leves distorções da realidade, ou quando mostra só um lado da verdade e o pior, quando reconhece que o quê gera lucro definitivamente são tragédias e mortes...

Um emocionante documentário! Fica a dica para refletirmos no que acreditamos de verdade, e principalmente, no que vamos sustentar, já que cada vez que ligamos a TV em jornais sensacionalistas e trágicos, é o ibope deles que sobe. Cada vez que consumismo produtos de empresas duvidosas é o caixa delas que aumenta. E mais, até quando deixaremos que a imprensa forme nossas opiniões? Até quando nos deixaremos influenciar por informações tendenciosas, preconceituosas e interesseiras?


Boicote esse Sistema formador de opiniões irracionais!!
 


Ficha técnica
Diretor: Michael Moore
Elenco: , Jacobo Arbenz, Mike Bradley, Arthur A. Busch, George Bush, George W. Bush, Michael Caldwell, Richard Castaldo, Dick Clark, Steve Davis, Ngo Dinh Diem, Byron Dorgan, Mike Epstein, Joe Farmer, Mike Fasolo, Denny Fennell, Barry Glassner, John Harris, Dick Herlan, Charlton Heston, Jeremy Hicks, Ernest F. Hollings, Jimmie Hughes, Dick Hurlin, Amanda Lamante, Mary Lorenz, Marilyn Manson, Daniel Mauser, Tom Mauser, Evan McCollum, Timothy McVeigh, Carey McWilliams, Gerald Miller, Michael Moore, Mohammed Mossadegh, James Nichols, Terry Nichols, Manuel Noriega, Tamarla Owens, Shah Mohammad Reza Pahlavi, Robert J. Pickell, Augusto Pinochet, Jeff Rossen, David Satcher, Nicole Schlief, David Smith, Susan Smith, Matt Stone, Mark Taylor
Produção: Charles Bishop, Jim Czarnecki, Michael Donovan, Kathleen Glynn, Michael Moore
Roteiro: Michael Moore
Fotografia: Brian Danitz, Michael McDonough
Trilha Sonora: Jeff Gibbs
Duração: 120 min.
Ano: 2002
País: EUA
Gênero: Documentário
Cor: Colorido
Distribuidora: Não definida
Estúdio: Alliance Atlantis Communications / Dog Eat Dog Films / Iconolatry Productions Inc. / Salter Street Films International / TiMe Film- und TV-Produktions GmbH / United Broadcasting Inc. / Vif Babelsberger Filmproduktion GmbH & Co. Zweite KG
Classificação: 12 anos