leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

ANDOUVINDO: GILBERTO GIL - PESSOA NEFASTA



No vídeo temos uma versão muito foda feita pela união de músicos como Andreas Kisser (Sepultura), Clemente (Inocentes e Plebe Rude), Charles Gavin (Titãs) e Bi Ribeiro (Os Paralamas do Sucesso) no programa Mosaicos - A Arte de Gilberto Gil (exibido em 26 de abril de 2009). Andouvindo.

É sempre legal ter a oportunidade de compreender o que o artista quis passar com a sua arte, e sob indicação do Diego (que também é membro da equipe do blog). 
No site do Gilberto Gil encontrei essa parte de uma entrevista feita ele, falando sobre a música Pessoa Nefasta.

"Estranha personagem. Muita gente perguntou: 'É Paulo Maluf? É não sei quem?' Era a encarnação do pessimismo, do baixo astral brasileiro que, enfim, estava um pouco na figura do político, na do empresário, do tubarão, dos grandes patrões, dos poderosos da televisão... e na figura do bandido ruim, perverso, maldoso, sanguinário, que mata pra roubar - é até mais a esse personagem, de origem simples, humilde, que a música se dirige; é ele, mais identificado com a área popular, que melhor se incorpora à canção e é escolhido por ela, tanto que acaba sendo intimado a ir a pé à Bahia, ao Bonfim.

"Eu havia sido assaltado e, sem dúvida alguma, o fato influiu na minha criação: Pessoa Nefasta foi pra eles. Eram dois e, armados, nos imobilizaram, ficaram nos encarando, ameaçaram estuprar minha mulher e poderiam ter me matado, porque eu discuti com eles. É pro tipo de espírito deles que eu falo na letra, de sonoridades agressivas, toda no imperativo, como se dita por uma mãe de santo, um padre, um sacerdote, um guia espiritual, um exorcista: como um 'vadi retro, Satanás'. Pessoa Nefasta é uma canção de exorcismo."



Pessoa nefasta - Gilberto Gil

Tu, pessoa nefasta
Vê se afasta teu mal
Teu astral que se arrasta tão baixo no chão
Tu, pessoa nefasta
Tens a aura da besta
Essa alma bissexta, essa cara de cão

Reza
Chama pelo teu guia
Ganha fé, sai a pé, vai até a Bahia
Cai aos pés do Senhor do Bonfim
Dobra
Teus joelhos cem vezes
Faz as pazes com os deuses
Carrega contigo uma figa de puro marfim
Pede
Que te façam propícia
Que retirem a cobiça, a preguiça, a malícia
A polícia de cima de ti
Basta
Ver-te em teu mundo interno
Pra sacar teu inferno
Teu inferno é aqui

Pessoa nefasta

Tu, pessoa nefasta
Gasta um dia da vida
Tratando a ferida do teu coração
Tu, pessoa nefasta
Faz o espírito obeso
Correr, perder peso, curar, ficar são

Solta
Com a alma no espaço
Vagarás, vagarás, te tornarás bagaço
Pedaço de tábua no mar
Dia
Após dia boiando
Acabarás perdendo a ansiedade, a saudade
A vontade de ser e de estar
Livre
Das dentadas do mundo
Já não terás, no fundo, desejo profundo
Por nada que não seja bom
Não mais
Que um pedaço de tábua
A boiar sobre as águas
Sem destino nenhum



Saiba mais em:
http://www.gilbertogil.com.br/
Pessoa nefasta
© Gege Edições Musicais ltda (Brasil e América do Sul) / Preta Music (Resto do mundo)
ficha técnica da faixa:
voz e guitarra: Gilberto Gil