leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quinta-feira, 6 de junho de 2013

ANDOUVINDO: KELPE



Vasculhando o latifúndio, na maioria das vezes improdutivo, da internet, me deparei com o disco de um tal Kelpe. Alguma coisa me convidava a conhecer melhor, não pensei duas vezes e fui em busca de um pouco mais.  Não arrependi, é simplesmente o som mais cremoso que conheci este ano, quando percebi, já havia sido transportado para uma outra dimensão.

O verdadeiro nome do artista é Kel Mckeown, um talentoso produtor de música eletrônica inglês, nascido em Londres. Ainda na adolescência, ele resolveu se dedicar a alguma atividade menos perigosa que o skate e acabou optando por seguir este caminho. Com um computador bem primitivo, um tocador de fita cassete e um sampler, ele começou a dar seus primeiros passos pelo mundo dos beats. 


Em 2003 foi descoberto por uma importante gravadora britânica, onde lançou seus primeiros álbuns. De lá pra cá, ele passou por mais dois selos, até criar o seu, chamado DRUT. Em 10 anos de carreira, Kelpe já produziu diversos trabalhos e deixou sua discografia bem extensa.

Eu recomendo muito.