leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

sexta-feira, 21 de junho de 2013

VALE 1 PLAY: RAEL DA RIMA - ANDA



Não é a primeira vez que falamos sobre o som do Rael aqui no blog, quem acompanha já viu alguns lançamentos e matérias onde o nome do cara aparece.


Essa é uma das músicas do seu novo álbum: Ainda bem que eu segui as batidas do meu coração (compre aqui) lançado nesse ano, 2013, e que vem reforçando ainda mais a certeza de que Rael da Rima é um dos "novos" nomes da MPB.


ANDA - RAEL DA RIMA

Anda, vai ver que quem anda anda, dependendo da demanda
Não espera quem não anda nem pode esperar ninguém
Levanta daí, vai, não perde o foco nem sua missão, irmão
Mas quem
Faz a favela ver (faz a favela ver) que é fundamental
(que é fundamental)
Que se pode viver (que se pode viver) e se esquivar do mal
(e se esquivar do mal)
Com o universo que é meu pai e essa terra que é minha mãe
A natureza eu sei que vai me proteger com seu tamanho
Pra ninguém, ninguém

Alô, favela
Alô, favela, é hora de acordar
Nós tamos naufragando e vamos afundar
Eu sei, ei, maloqueiro, que cê quer dinheiro
Mas tem outro meio de cê arrumar
Porque o universo é grande e sua mente expande
No seu interior você vai se achar, vai
Pede pra Deus, pra ti, pra te guiar
Tem Oxum, tem Oxossi, Ogum e Iemanjá
No mar
No mar

Que se pode viver e se esquivar do mal
Que se pode viver (que se pode viver)
Que se pode viver (que se pode viver)
Que se pode viver e se esquivar do mal
Que se pode viver (que se pode viver)
Que se pode viver (que se pode viver)

Quem não anda não amplia e ofusca a visão
Levanta daí, vai, não perde o foco nem sua missão, vai então
Quem não anda não amplia e ofusca a visão
Levanta daí, vai, não perde o foco, determinação, vai então

Anda, vai ver que quem anda anda, dependendo da demanda
Não espera quem não anda nem pode esperar ninguém
Quem não se fortalece enfraquece a energia do fortalecido
Mas quem
Faz a favela ver (faz a favela ver) que é fundamental
(que é fundamental)
Que se pode viver (que se pode viver) e se esquivar do mal
(e se esquivar do mal)
Com o universo que é meu pai e essa terra que é minha mãe
A natureza eu sei que vai me proteger com seu tamanho
Pra ninguém, ninguém 

Veja mais sobre aqui no blog emLancamento: Novo album do Rael