leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

ANDOLENDO: GUANTÁNAMO BOY

Um dos meus amigos que menos gosta de ler, o Profº Carvalho, chegou até mim certo dia e me ofereceu o livro "Guantánamo Boy", fazendo a maior propaganda. E eu logo desconfiei, é claro, a fonte literária não era das mais confiáveis, a capa laranjada com um arame farpado de cadeia não chamava minha atenção e o título tampouco. 

De qualquer maneira, apesar de ainda estar um pouco relutante, me interessei mais quando li a sinopse e acabei trazendo comigo. 

Fiquei muito feliz quando percebi que minhas expectativas iniciais haviam sido frustradas, o livro era realmente muito bom, quem vê capa não vê coração né?!

Em menos de três dias eu já tinha degustado freneticamente todas as páginas da obra. Senti as dores e as tristezas do pobre garoto Khalid, personagem principal da estória, que apesar de ser uma ficção, é baseada em inúmeros casos verídicos, que infelizmente ainda não foram provados e quiça jamais serão. O livro é um retrato da ignorância e da intolerância que impera no mundo. Eu recomendo demais.


Ficha Técnica: 

Título: Guantánamo Boy
Ano de Lançamento: 2009
Autora: Anna Perera
Editora: Agir
Assunto: Literatura Estrangeira - Romances
Número de Páginas: 312
Sinopse: Khalid Ahmed, 15 anos, é um jovem comum, inglês, filho de mãe turca e pai paquistanês. Ele começa a sentir na pele a paranoia contra os muçulmanos após o 11 de setembro de 2001. Em visita a parentes no Paquistão, Khalid vê sua vida virar um pesadelo ao ser confundido com um terrorista da Al-Qaeda. Ele é sequestrado, torturado e descobre da pior forma possível a que ponto chega a intolerância humana. Vai para a base de Guantánamo, prisão norte-americana em território cubano, onde é preso em condições desumanas.