leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O FUTURO COMEÇA AGORA: CIENTISTA DESCOBRE UMA BACTÉRIA QUE, ASSOCIADA A PLANTAS, É CAPAZ DE CAPTAR NITROGÊNIO DO AR


O pesquisador
Edward Cocking da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, descobriu um método que pode acabar com o uso de fertilizantes na agricultura.

Com o desenvolvimento de plantas capazes de sintetizar nitrogênio do ar atmosférico, os fertilizantes, que embora auxilie a produção em larga escala, não são benignos para o meio ambiente. A poluição causada pelo nitrogênio é uma das preocupações ambientais das quais devemos nos atentar, os danos causados pelos nitratos, pela amônia e pelos óxidos de nitrogênio.


Uma tecnologia que permite que todas as culturas de grãos do mundo capturem o nitrogênio do ar, acabando com a dependência dos fertilizantes.

O Dr. descobriu uma cepa específica de bactérias fixadoras de nitrogênio na cana-de-açúcar capaz de colonizar intracelularmente todas as principais plantas cultivadas comercialmente.

Em seus experimentos, ele verificou que a fixação da bactéria nas raízes dá a praticamente todas as plantas a capacidade de fixação do nitrogênio a partir do ar.

Inserida no interior das células das plantas através da semente, a bactéria dá a cada célula a capacidade de fixar nitrogênio diretamente da atmosfera.

Batizada N-Fix, as sementes da planta são revestidas com estas bactérias a fim de criar uma relação simbiótica - mutuamente benéfica - e produzir nitrogênio naturalmente.