leia mais...

POEZINE-SE II

Neste segundo volume, o Poezine-se tem a honra de trazer os textos da uberabense e poetisa Jamila Costa. 

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

10ABAFOS


O fraco se oprime e teme.
aceita a derrota sem antes tentar.
o fraco treme.

Procura desculpas e não respostas.
Foge, vira as costas.
O fraco não vive.

O fraco é um frasco.
De desculpas, medos e certezas.
O fraco se pune, não une e se entrega.

Ao comemorar a vitória alheia,
o fraco se enoja.
É um verdadeiro merda, um bosta.

Onde o objetivo é a vitória,
o fraco se estressa.
O fraco é pouca atitude.
O fraco é conversa.

O fraco é navalha cega,
é orgulho e inveja.

Lucas Vieira